segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Blogagem Coletiva - Dia da Visibilidade Lésbica

Blogueiras feministas fizeram uma blogagem coletiva no 29 de agosto que vale a pena ler (Valeu meninas, gurias, mulheres!"):
Aqui o início:
 
"Em 29 de agosto de 1996, realizou-se o 1° Seminário Nacional de Lésbicas – SENALE no Brasil. Por isso, hoje é Dia da Visibilidade Lésbica. A data existe para ser um marco do movimento das lésbicas no país. É um dia de celebração, mas também de discussão e reflexão sobre os estigmas, preconceitos e a lesbofobia que ainda permeiam a questão. Convocamos esta blogagem coletiva para que mais e mais pessoas conheçam e saibam o que significa ser lésbica em nosso país.
 
Imagem do grupo de lésbicas argentinas La Safinas. Em memória de Natalia Gaitán.
 
A imagem que ilustra este post é de um mural, que foi idealizado e pintado num muro da cidade de Rosario (ARG) pelo grupo de lésbicas argentinas Las Safinas, para ser uma homenagem a Natalia Gaitán, lésbica assassinada em 2010 pelo padrasto de sua namorada. A bela imagem de duas mulheres se beijando apareceu 10 dias depois coberta de tinta branca. O grupo Las Safinas organizou um protesto em 20 de março, com as seguintes palavras de ordem: "AUNQUE NOS TAPEN EXISTIMOS. VISIBILIDAD LESBICA".
 
Confira trechos dos posts participantes da Blogagem Coletiva:
 
O que ocorre é que uma mulher que se assume homossexual passa a ser taxada com alcunhas que ligam sua sexualidade à incapacidade masculina de satisfazê-la. Desse modo, o desejo sexual da mulher, quando não direcionado ao homem, o ofende pessoalmente. Não prestar homenagem ao pênis, senhor e reprodutor-mor, não costuma ser bem tolerado em sociedades patriarcais e/ou machistas. A idéia de mulheres obterem prazer e serem sexualmente felizes longe do que muitos consideram o plus sexual, deflagrador da inveja fálica, não costuma ser bem tolerada
 
Acesse o site para ler na íntegra:

Nenhum comentário: