sexta-feira, 5 de março de 2010

PESQUISA DO NUPACS/UFRGS, EM PARCERIA COM A LBL E CANDACES, GERA CAMPANHA PELA SAÚDE DE MULHERES LÉSBICAS E BI-SEXUAIS

Durante um ano e meio, utilizando verbas do PN DST/AIDS do Ministério da Saúde, o NUPACS/UFRGS – Núcleo de Pesquisas da Antropologia do Corpo e da Saúde, coordenou uma pesquisa sobre saúde da população lésbica.
Em parceria com a LBL – Liga Brasileira de Lésbicas e CANDACES – Coletivo de Lésbicas Negras, a pesquisa buscou ouvir profissionais da saúde e mulheres que fazem sexo com mulheres, usuárias do SUS, para obter dados qualitativos sobre o tema.
Os dados mostram questões importantes para a definição de políticas públicas de saúde para esta população, considerando a diversidade sexual como indicador para criar estas políticas.

A partir dos dados coletados, buscou-se socializar os resultados através de uma campanha nos meios de comunicação de massa, construída coletivamente com o apoio da Prefeitura de Porto Alegre - através das SMDHSU, SMS e Governança Local - e de entidades de representação de médicos (SOGIRGS) e de funcionários de saúde (SINDISAÚDE e FEESERS).

Desenvolvida pela Patuá Comunicação Responsável, chegou-se a uma campanha composta por peças que buscam sensibilizar mulheres e profissionais da saúde, com o slogan «Saúde não combina com preconceito».
Buscando uma estratégia ousada de comunicação, foram fotografadas mulheres lésbicas, militantes da causa, assumidas e felizes com sua orientação sexual.
As imagens foram captadas em um clima descontraído, objetivando mostrar a diversidade comportamental do público-alvo.
Há também spots de rádio, cartazes, cartões postais direcionado às mulheres, bus door e um folder especialmente voltado para a classe médica, com dicas importantes sobre o acolhimento e tratamento para esta população.
Pela primeira vez em Porto Alegre a comunidade terá acesso a uma campanha de massa sobre o tema da lesbianidade, transparente, forte e posicionada, baseada em dados da academia.

Uma parceria exitosa entre Movimentos Sociais, Academia e Órgãos Públicos de Saúde, educando a população para a inclusão social, a diversidade e a tolerância.

Espera-se que muitas vidas sejam salvas com esta campanha, já que doenças como o câncer de mama – tão comum no RS - de colo de útero e de endométrio mutilam e matam centenas de mulheres por ano, um alerta para toda a sociedade!

Lançamento da campanha:
Dia 08 de março, com o lançamento do blog (www.lblsaudelesbica.blogspot.com) linkado no blog da liga (www.lblrs.blogspot.com).

Contatos para Informações:
Roselaine Silva: roselainesilva.silva@yahoo.com.br  - (51) 9844 6408 e
Claudete Costa: claudette13costa@gmail.com – (51) 9145.1206.

Nenhum comentário: