segunda-feira, 25 de março de 2013

Maria do Rosário: A sociedade indica que não é justo o que está ocorrendo’

  • Pela primeira vez, a ministra apela para que Feliciano renuncie à presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara
Evandro Éboli (Email · Facebook · Twitter)
Publicado: 21/03/13 - 22h20
Atualizado: 21/03/13 - 22h46
  Maria do Rosário, ministra de da Secretaria de Direitos Humanos  Foto: Agência O Globo / Mônica Imbuzeiro

Maria do Rosário, ministra de da Secretaria de Direitos Humanos Agência O Globo / Mônica Imbuzeiro

BRASÍLIA - Até agora atuando nos bastidores na crise instalada na Comissão de Direitos Humanos da Câmara, a ministra Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, fala pela primeira vez do assunto e diz que manutenção do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da comissão significará um descrédito das instituições. Rosário diz que os movimentos sociais estão tendo seus direitos ofendidos nesse momento e fez um apelo para que Feliciano faça um gesto em direção a esses setores e deixe a presidência da comissão.

Ver matéria na íntegra em:
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/maria-do-rosario-sociedade-indica-que-nao-justo-que-esta-ocorrendo-7913245#ixzz2Oa13kR00
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Nenhum comentário: