quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Porque lésbicas defendem a legalização do aborto?

Sempre que a LBL participa de uma atividade ou debate pela defesa da
legalização do aborto a pergunta que mais respondemos é: porque as
lésbicas defendem a legalização do aborto?
Por trás desta pergunta - vista como natural por algumas - está
introjectado um preconceito sem limites.

Ao questionarem por que defendemos o aborto algumas companheiras
desconsideram de forma direta dois princípios fundamentais para nós,
militantes lésbicas feministas:
1) todas lésbica é MULHER
2) o aborto não é bandeira das mulheres que praticam o aborto, mas de
qualquer ser humano descente, que entenda que a liberdade e o direito
ao corpo pertence à mulheres, donas destes corpos.

O movimentpo feminista tem-se utilizado do argumento - válido em todos
os aspectos - de que o abortamento seguro é uma questão de saúde
pública.

Como primeira justificativa para este argumento, trabalhamos o fato de
que a vida das mulheres que abortam seria preservada com a realização
do aborto assistido, através do SUS em condições adequadas; como
segundo argumento o estado pouparia milhares de dólares gastos hoje na
assistência posterior às mulheres vítimas desta prática insegura do
abortamento ilegal feito em condições absurdas de saúde.

Hoje, no entanto, queremos trabalhar aqui uma outra justificativa para
o abortamento legal: nós mulheres somos donas de nossos corpos, sendo
o aborto uma questão de democracia.

Há muito o estado tem-se sujeitado à conceitos religiosos, que
contradizem a medicina e violam o direito à liberdade de pensamento,
aprisionando moralmente as mulheres, imputando-lhes culpa (moral e
jurídica) sobre a decisão de terem ou de não terem filhos.

Enquanto às lésbicas que desejam engravidar - de forma assistida pelo
SUS - é negado o direito à maternidade, outras mulheres têm o direito
ao abortamento - ou à decisão de não terem estes filhos _ violada da
mesma forma, através de um sistema jurídico que nos aprisiona e que
tenta nos condicionar.

Não há LIBERDADE sem ESCOLHA, não há DEMOCRACIA sem LIBERDADE!

Assim, a defesa do abortamento legal e seguro deve ser pauta de cada
homem e de cada mulher que luta pela LIBERDADE E PELA DEMOCRACIA.

Por isso nós mulheres lésbicas defendemos o aborto!

Um comentário:

Anônimo disse...

sou lesbica mas n sou a favor do aborto n generalize todas as mulheres lesbicas