quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

8 de março de 2013 - Mulheres em Luta contra o Capitalismo e o Patriarcado

Por Autonomia, Igualdade , Liberdade e pelo fim da violência.

CAMINHADA UNIFICADA DE MULHERES DO RS

 

Programação:

Concentração: Largo Glênio Peres
Hora: a partir das 16h e saída às 17h em direção á praça da Matriz.

Atos:
1.    Durante a concentração –Falaá:  UBM, MMM, Mulheres PT, CUT, CEDM, Mulheres PCdoB, Fecosul, G8, UBES, Sindisepe, 
2.    Esquina Democrática – Falará: LBL, COMDIM PoA, Fetrafi, CTB, Ponto Final, UJS, Unegro, Mulheres Palestinas, Sempre Mulher, Fetrafi
3.    Encontro na Salgado Filho com a caminhada do Cpers e as parlamentares que virão da Câmara de Vereadoras
4.    Praça da Matriz – uma fala de 3min do Cpers Ato de Encerramento com uma única fala do Fórum Estadual de Mulheres do RS.

As falas serão organizadas pela Coordenação da Caminhada Unificada, de 3 min cada e somente subirão no caminhão de som, pessoas autorizadas pela coordenação, previamente acordadas entre os movimentos, participantes do Fórum Estadual de Mulheres.
Coordenação: Cláudia Prates, Teteca Vergo, Carolina Barbosa e Daniela Rosa

A organização da Caminhada será em Alas Temáticas - podem existir tantas alas quanto houver necessidade, em função das demandas dos movimentos.

Divisão das Alas Temáticas:

-por um mundo sem violência (Lei Maria da Penha, DEAMs, Centro de Referências) Responsável: Campanha Ponto Final – cor verde

- por soberania alimentar e energética(Reforma Agrária, Licença maternidade de 6 meses, contra a violência no campo e na floresta, contra os Agrotóxicos) Via Campesina (a confirmar) – várias cores

-por um mundo livre do capitalismo (por autonomia econômica, igualdade salarial no trabalho, creche, licença de 6 meses e estabilidade, contra a violência no trabalho e na família) -cor vermelha – responsáveis  CUT e Federação Trabalhadoras Agricultura Familiar)


-pelo fim do patriarcado, do machismo, do racismo, da lesbofobia e por um Estado Laico. (cor laranja) responsáveis Marcha Mundial das Mulheres, LBL

- por políticas públicas emancipatórias - creche, educação não sexista e não discriminatória, saúde integral das mulheres, segurança, economia solidária com autonomia econômica, moradia digna. UBM e Imama – cor rosa choc e magenta

por reforma política com igualdade para as mulheres -responsáveis COMDIM Porto Alegre e Mulheres PT, Multiplicar – cor roxa e lilás

por uma mídia não machista e pela democratização dos meios de comunicação – Sindicato das jornalistas RS cor azul

- contra qualquer ataque aos direitos das trabalhadoras – nenhum direito a menos – responsável Cperscor amarela

Ação Política:

Faremos a Carta das Mulheres com nossa plataforma feminista, sendo que cada esfera pública terá as reivindicações que tem a ver com sua especialidade.
Carta das Mulheres será entregue em data anterior a todos os poderes, e será assinada por todas as entidades que participaram da  organização. também teremos uma Carta direcionada ao INSS (pauta das mulheres da agricultura familiar).

Sobre Caminhada:
- Teremos dois caminhões de som – IMPORTANTE QUE TODAS AS ORGANIZAÇÕES SE PREPAREM, E TRAGAM SUAS BANDEIRAS.
- A Faixa de abertura será assinada e confecionada pelo Fórum Estadual de Mulheres RS
Faixas das alas - as entidades ficam responsáveis pelas faixas de cada ala
Não haverá panfletos ou cartazes do Fórum Estadual - apenas divulgação virtual pelas redes sociais da caminhada e da Carta das Mulheres
- Cada organização poderá fazer seu próprio material, sendo que distribuiremos durante a caminhada o conteúdo político da Carta das Mulheres, assinada pelo Fórum Estadual
- vamos usar toda a nossa criatividade e levar nossos pitulitos, estandartes, bandeiras e cartazes para dar nosso recado
  
FÓRUM ESTADUAL DE MULHERES RS

Nenhum comentário:

NÃO SE CALE DIANTE DA DISCRIMINAÇÃO

Art. 150 da Lei Orgânica do Município de Porto Alegre:

"Sofrerão penalidades de multa até a cassação do Alvará de instalação e funcionamento, os estabelecimentos de pessoas físicas e jurídicas que, no território do município, praticarem ato discriminatório racial, de gênero, por orientação sexual, étnica ou religiosa em razão de nascimento, idade, estado civil, de trabalho rural ou urbano, de filosofia ou convicção política, de deficiência física, imunológica, sensorial ou mental, de cumprimento de pena, cor ou em razão de qualquer particularidade ou condição". (Lei Orgânica do Município)

Lei nº 11.872/2002, do Estado do Rio Grande do Sul:


"Art. 1º - O Estado do Rio Grande do Sul, por sua administração direta e indireta, reconhece o respeito à igual dignidade da pessoa humana de todos os seus cidadãos, devendo, para tanto, promover sua integração e reprimir os atos atentatórios a esta dignidade, especialmente toda forma de discriminação fundada na orientação, práticas, manifestação, identidade, preferências sexuais, exercidas dentro dos limites da liberdade de cada um e sem prejuízos a terceiros.

§ 1º - Estão abrangidos nos efeitos protetivos desta Lei todas as pessoas, naturais e jurídicas, que sofrerem qualquer medida discriminatória em virtude de sua ligação, pública ou privada, com integrantes de grupos discriminados, suas organizações ou órgãos encarregados do desenvolvimento das políticas promotoras dos direitos humanos.

§ 2º - Equiparam-se aos órgãos e organizações acima referidos a coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis, e sem personalidade jurídica, que colabore, de qualquer forma, na promoção dos direitos humanos".

Disque Denúncia

Disque 100

ESTAMOS DE OLHO!

Pesquisa do Senado sobre a PLC 122/06 que criminaliza a HOMOFOBIA:

Os resultados da pesquisa de opinião realizada pelo Senado Federal a respeito da PL 122/06, que criminaliza a homofobia e outros crimes de discriminação, ainda não foram divulgados.

Isso nos preocupa um pouco, na medida em que os resultados acompanhados em tempo real pelo site, durante o mês de novembro, em vários momentos retrocederam em números reais.
Órgãos da imprensa noticiavam tentativa de invasão e possíveis alterações dos resultados (favorecendo o NÃO ao projeto).
Mandamos - novamente - mensagem ao "Alô Senado" esta semana para saber o que realmente ocorreu e ficaremos acompanhando suas respostas já que este projeto, além de interesse público geral, é de interesse específico das mulheres lésbicas de todo o país.

Adote esta campanha!

Adote esta campanha!
Acorda Congresso!

GRANDE MARCHA FEMINISTA

A Ação 2010 da Marcha Mundial das Mulheres, que aconteceu de 08 a 18 de MARÇO de 2010, entre CAMPINAS e SP, reuniu mais de 2000 marchantes de todos os estados brasileiros onde a MMM se organiza.
Nós Mulheres Lésbicas, também estivemos nesta CAMINHADA, marcando nossa posição contra a lesbofobia, inclusive dentro do movimento feminista. Não foram poucos os momentos em que pautamos a dicussão do preconceito contra as mulheres lésbicas e bissexuais, aprofundando de forma consistente este debate no campo no feminismo.
Para saber mais acesse o blog da MMM:


http://mmm-rs.blogspot.com/
ou Leia o Documento de Divulgação da Ação 2010 no link:


http://www.sof.org.br/publica/jornal_acao_2010.pdf

MANIFESTO LÉSBICO FEMINISTA ANTI-CAPITALISTA

29 de Agosto de 2008
Cique AQUI para acessar