sexta-feira, 2 de março de 2012

Senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) é o novo ministro da Pesca

As relações do Governo Federal com as Bancadas Fuidamentalistas parece cada vez mais direta e visível.

Marcelo Crivella é conhecido nacionalmente por atacar frontalmente os direitos civis da população LGBT, utilizando para sua fúria a justificativas dos textos bíblicos, interpretados por ele da forma mais fundamentalista possível.

Gostaria de saber como pode uma pessoa que no Congresso Nacional adotou posicões tão friamente contrárias a um segmento inteiro de Brasileiros representarb a diversidade de posições em um ministéria que, em tese, deveria representar a tod@s??

São as contradições da tal sustentabilidade poíitica do governo, tão bem retratadas nas entrelinhas da matéria abaixo.

===================

O Palácio do Planalto divulgou nesta quarta-feira, 29/02, que o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) é o novo ministro da Pesca. Ele assume no lugar de Luiz Sérgio (PT-RJ).

A mudança se deve a uma reorganização política do governo, que com a nomeação, incorpora o PRB, "um importante partido aliado da base do governo", à lista de ministérios da presidente Dilma. O PRB possui diversos parlamentares que fazem parte da bancada evangélica, onde Crivella possui grande influência. O suplente que assumirá a vaga de senador é Eduardo Lopes, do mesmo partido.

O Partido Republicano Brasileiro tem estado em aliança com o PT desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula. A figura mais importante do partido era o ex-vice presidente José Alencar, que faleceu em Março de 2011.

Marcelo Crivella é formado em engenharia civul e é bispo da Igreja Universal, mas está afastado das atividades na igreja. Ele chegou a gravar CD's de música gospel e publicou dez livros. Como político, decidiu em 2002 abandonar o antigo PL devido ao escândalo do mensalão e propôs formar um novo partido, o PRB, ao lado da ala evangélica do partido. Em 2004 foi candidato a prefeito do Rio de Janeiro, porém foi derrotado por Cesar Maia, ainda no primeiro turno, segundo informações do G1. Em 2010, foi reeleito como senador. Em seus dois mandatos no Senado fez parte como membro titular das comissões de Assuntos Sociais, Relações Exteriores e Defesa Nacional, Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, e suplente nas comissões de Assuntos Econômicos, de Educação, de Constituição, Justiça e Cidadania, e de Direitos Humanos e Legislação Participativa.

Confira abaixo a nota divulgada pelo Palácio do Planalto, informando a troca dos ministros:

O ministro da Pesca e Aquicultura, deputado Luiz Sérgio de Oliveira, está deixando o cargo depois de prestar inestimável contribuição ao governo. À frente da Secretaria de Relações Institucionais e, depois, como responsável pela pasta da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio desempenhou com dedicação e compromisso com o país todas as tarefas que lhe foram atribuídas pela presidenta Dilma Rousseff.

Em seu lugar, assume o senador Marcelo Crivella, representando o PRB, partido do inesquecível ex-vice presidente José Alencar. A mudança permite a incorporação ao Ministério de um importante partido aliado da base do governo. A presidenta está segura de que, à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura, o senador Marcelo Crivella prestará relevantes serviços ao Brasil.

O ministro Luiz Sérgio retorna à Câmara dos Deputados, onde continuará a merecer o apoio e a confiança da presidenta Dilma Rousseff e a prestar excepcional contribuição ao país."

Nenhum comentário:

NÃO SE CALE DIANTE DA DISCRIMINAÇÃO

Art. 150 da Lei Orgânica do Município de Porto Alegre:

"Sofrerão penalidades de multa até a cassação do Alvará de instalação e funcionamento, os estabelecimentos de pessoas físicas e jurídicas que, no território do município, praticarem ato discriminatório racial, de gênero, por orientação sexual, étnica ou religiosa em razão de nascimento, idade, estado civil, de trabalho rural ou urbano, de filosofia ou convicção política, de deficiência física, imunológica, sensorial ou mental, de cumprimento de pena, cor ou em razão de qualquer particularidade ou condição". (Lei Orgânica do Município)

Lei nº 11.872/2002, do Estado do Rio Grande do Sul:


"Art. 1º - O Estado do Rio Grande do Sul, por sua administração direta e indireta, reconhece o respeito à igual dignidade da pessoa humana de todos os seus cidadãos, devendo, para tanto, promover sua integração e reprimir os atos atentatórios a esta dignidade, especialmente toda forma de discriminação fundada na orientação, práticas, manifestação, identidade, preferências sexuais, exercidas dentro dos limites da liberdade de cada um e sem prejuízos a terceiros.

§ 1º - Estão abrangidos nos efeitos protetivos desta Lei todas as pessoas, naturais e jurídicas, que sofrerem qualquer medida discriminatória em virtude de sua ligação, pública ou privada, com integrantes de grupos discriminados, suas organizações ou órgãos encarregados do desenvolvimento das políticas promotoras dos direitos humanos.

§ 2º - Equiparam-se aos órgãos e organizações acima referidos a coletividade de pessoas, ainda que indetermináveis, e sem personalidade jurídica, que colabore, de qualquer forma, na promoção dos direitos humanos".

Disque Denúncia

Disque 100

ESTAMOS DE OLHO!

Pesquisa do Senado sobre a PLC 122/06 que criminaliza a HOMOFOBIA:

Os resultados da pesquisa de opinião realizada pelo Senado Federal a respeito da PL 122/06, que criminaliza a homofobia e outros crimes de discriminação, ainda não foram divulgados.

Isso nos preocupa um pouco, na medida em que os resultados acompanhados em tempo real pelo site, durante o mês de novembro, em vários momentos retrocederam em números reais.
Órgãos da imprensa noticiavam tentativa de invasão e possíveis alterações dos resultados (favorecendo o NÃO ao projeto).
Mandamos - novamente - mensagem ao "Alô Senado" esta semana para saber o que realmente ocorreu e ficaremos acompanhando suas respostas já que este projeto, além de interesse público geral, é de interesse específico das mulheres lésbicas de todo o país.

Adote esta campanha!

Adote esta campanha!
Acorda Congresso!

GRANDE MARCHA FEMINISTA

A Ação 2010 da Marcha Mundial das Mulheres, que aconteceu de 08 a 18 de MARÇO de 2010, entre CAMPINAS e SP, reuniu mais de 2000 marchantes de todos os estados brasileiros onde a MMM se organiza.
Nós Mulheres Lésbicas, também estivemos nesta CAMINHADA, marcando nossa posição contra a lesbofobia, inclusive dentro do movimento feminista. Não foram poucos os momentos em que pautamos a dicussão do preconceito contra as mulheres lésbicas e bissexuais, aprofundando de forma consistente este debate no campo no feminismo.
Para saber mais acesse o blog da MMM:


http://mmm-rs.blogspot.com/
ou Leia o Documento de Divulgação da Ação 2010 no link:


http://www.sof.org.br/publica/jornal_acao_2010.pdf

MANIFESTO LÉSBICO FEMINISTA ANTI-CAPITALISTA

29 de Agosto de 2008
Cique AQUI para acessar