quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Mães pela Igualdade



Eleonora perdeu seu filho há um ano, em um crime que faz parte da crescente onda de crimes de ódio no Brasil.
Junte-se a Eleonora e a nova campanha das "Mães pela Igualdade" que está desafiando o ódio.
Prezad@ liga brasileira de,

Amanhã, 29 de setembro, nossas Mães pela Igualdade estarão no Auditório Petrônio Portella, no Senado Federal em Brasília, para levar uma mensagem explícita a parlamentares e à sociedade brasileira: é preciso acabar com a violência homofóbica e transfóbica que está matando centenas de filhos e filhas LGBT, que são muito amados por suas famílias, a cada ano! Você pode se juntar às Mães pela Igualdade e reforçar esse recado.
www.allout.org/pt/maespelaigualdade
Já assinou? Compartilha no Facebook
o manda um Tweet

Marlene Xavier, mãe de Igor Xavier, o ator, bailarino e coreógrafo assassinado por homofobia em 2002 na cidade de Montes Claros, MG, disse pouco antes de conhecer as outras Mães pela Igualdade: "Eu nunca tive medo de mostrar a minha cara, mas ainda não consegui trazer outras mães". Agora as Mães estão juntas e contam com o seu apoio. Assine a carta de Eleonora Pereira aos e às parlamentares do Brasil, o já assinado, compartilha a campanha com seus amigos, colegas .. e mães!

Leia a nota Eleonora Pereira enviou aos membros de All Out mais cedo esta semana:

***
26/9/2011

"Prefiro ter um filho morto em acidente do que um filho gay."
Meu nome é Eleonora Pereira e eu ainda não consegui tirar essas palavras da minha cabeça. Recentemente um parlamentar afirmou isso em um programa de televisão, e me fez lembrar do meu filho, José Ricardo, que era gay e foi assassinado há quase um ano por ser quem ele era. Esse tipo de discurso rancoroso, que supostamente defende os "valores familiares" da sociedade brasileira, tem me deixado muito transtornada e tem feito com que me sinta muito só.
Porém, nos últimos meses vi algo incrível acontecer. Com a ajuda de AllOut, mães de vários lugares do Brasil estão se unindo e se pronunciando contra a violência que colocou o Brasil entre os países mais perigosos e violentos do mundo para ser gay, lésbica, bissexual, travesti ou transexual. Nós somos as Mães pela Igualdade:

www.allout.org/pt/maespelaigualdade

Na próxima quinta-feira, dia 29 de setembro, a convite do Dep. Jean Wyllys e da Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT, estarei com várias outras mães em Brasília para dizer ao Congresso Nacional que apoiamos a aprovação de uma legislação que reconheça e tipifique os ataques homofóbicos e transfóbicos como crimes de ódio no Brasil, que proteja a TODAS e TODOS brasileiros contra a violência e a discriminação. Vamos dizer ao governo e à sociedade que a igualdade é o verdadeiro valor familiar. Vamos entregar uma carta à Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT pedindo às lideranças de todo o Brasil que tomem uma atitude - começando pelo Congresso na próxima quinta-feira.

Quer estar ao nosso lado e assinar nossa carta?

www.allout.org/pt/maespelaigualdade
Nosso movimento das "Mães pela Igualdade" está se espalhando pelo Brasil afora - e não só com mães de LGBTs. A homofobia e os discursos de ódio estão se disseminando de tal forma que já estão começando a ter impacto sobre todos os brasileiros e brasileiras. Nos últimos meses, um pai e um filho foram brutalmente atacados depois de terem sido confundidos com um casal gay, um homem heterossexual foi morto enquanto defendia um gay de ser linchado, e na semana passada uma jovem foi perseguida e baleada por homens que a confundiram com uma travesti.
Nós, mães, sabemos uma ou duas coisinhas sobre como cuidar de nossas famílias! Por isso é que na próxima semana estaremos no Congresso, para dizer aos líderes que parem de enrolar e comecem JÁ a trabalhar em leis em conjunto para acabar com a violência, e para cuidar de TODAS AS FAMÍLIAS brasileiras. Sinto-me muito honrada por estar junto com tantas mães incríveis dizendo aos e às parlamentares que deixem de ser omissos, e à nossa sociedade brasileira, que a igualdade é o verdadeiro valor familiar.

Para encontrar outros membros da nossa campanha "Mães pela Igualdade" e para mostrar seu apoio enquanto vamos nos preparando para ir ao Congresso esta semana, clique no link abaixo para compartilhar esta iniciativa com sua rede de amizades e, obviamente, com suas mães:
www.allout.org/pt/maespelaigualdade
Nossa visita ao Congresso é apenas o começo. Nos próximos meses estaremos nas ruas, nas ondas do rádio, nas salas de aula e ao redor das mesas, conversando e compartilhando nossas histórias como as "Mães pela Igualdade", nessa campanha para acabar com a violência, o preconceito e a discriminação. Estou fazendo isso pelo meu filho José Ricardo, e na esperança de que, juntas, podemos continuar construindo um Brasil que celebra a diversidade e a igualdade para todos e todas.
Eleonora Pereira, as Mães pela Igualdade de todos os cantos do Brasil e a equipe de All Out.

PS: Se você é uma "Mãe da Igualdade" no Brasil ou conhece alguma outra Mãe que queira participar desta poderosa campanha, entre em contato com a gentemaes@allout.org
A All Out está colocando em contato muita gente de cada canto do planeta e todas as identidades – lésbicas, gays heteros, transgêneros e tudo no meio e além – para construir um mundo em que cada um viva livremente e seja aceito pelo que é.
Nosso endereço é:
Purpose Foundation
224 Centre St
New York, NY 10013
Copyright © 2011 AllOut.org, All rights reserved.

--
Lésbicas Feministas LBL - Região Sul - www.lblrs.blogspot.com
Acesse também: www.lblsaudelesbica.blogspot.com

Nenhum comentário:

ESTAMOS DE OLHO!

Pesquisa do Senado sobre a PLC 122/06 que criminaliza a HOMOFOBIA:

Os resultados da pesquisa de opinião realizada pelo Senado Federal a respeito da PL 122/06, que criminaliza a homofobia e outros crimes de discriminação, ainda não foram divulgados.

Isso nos preocupa um pouco, na medida em que os resultados acompanhados em tempo real pelo site, durante o mês de novembro, em vários momentos retrocederam em números reais.
Órgãos da imprensa noticiavam tentativa de invasão e possíveis alterações dos resultados (favorecendo o NÃO ao projeto).
Mandamos - novamente - mensagem ao "Alô Senado" esta semana para saber o que realmente ocorreu e ficaremos acompanhando suas respostas já que este projeto, além de interesse público geral, é de interesse específico das mulheres lésbicas de todo o país.

PESQUISA - divulgação de resultados

PESQUISA - divulgação de resultados
02 locais e horários diferentes em Porto Alegre, dia 11-05

Feministas unificam apresentação da pesquisa!

A apresentação da pesquisa "Mulheres Brasileiras nos espaços Públicos e Privado" será apresentada para TODO O MOVIMENTO FEMINISTA num único horário em POA:
11-05, das 9 às 11h30, no Auditório da CUT-RS.

Adote esta campanha!

Adote esta campanha!
Acorda Congresso!

Pela Aprovação do PLC122/06

Pela Aprovação do PLC122/06
Vote a favor do projeto pelo link http://www.naohomofobia.com.br/

16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres
16 dias de ativismo

Homens pelo fim da Violência contra as mulheres

Homens pelo fim da Violência contra as mulheres
http://www.homenspelofimdaviolencia.com.br/

SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

MANIFESTO LÉSBICO FEMINISTA ANTI-CAPITALISTA

29 de Agosto de 2008
Cique AQUI para acessar